Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Os benefícios do diagnóstico precoce do autismo não estão apenas na saúde

Os benefícios do diagnóstico precoce do autismo não estão apenas na saúde

 

De acordo com os especialistas, é fundamental que o diagnóstico do autismo seja feito o mais rápido possível, pois quanto antes for iniciado o tratamento, mais benefícios a criança terá. E não apenas na saúde. 

Giovana Escobalvice-coordenadora do Instituto LAHMIEI Autismo e diretora do Instituto Abacare, conta que as clínicas ainda recebem muitas crianças e adolescentes com diagnósticos tardios, o que é um obstáculo para o tratamento. “Quanto antes for feito o diagnóstico e, caso o encaminhamento seja feito, mais rápido será iniciado o tratamento, e os resultados serão mais promissores. Na fase inicial que o cérebro está em pleno desenvolvimento, o órgão é capaz de processar informações com muito mais velocidade”, explica. 

Por sua vez, o professor Celso Goyos, coordenador do LAHMIEI, lembra que o diagnóstico precoce ainda é importante para que a criança autista tenha acesso aos seus direitos, como a atenção básica à saúde, por exemplo. Três anos depois da sanção da Lei que obriga o Sistema Único de Saúde (SUS) a adotar protocolos padronizados para avaliar possíveis riscos ao desenvolvimento psíquico de crianças, a detecção precoce de síndromes e transtornos tem avançado, mas ainda são necessárias outras políticas públicas. 

“Precisamos de mais ações com urgência, já que a situação da atenção básica em relação ao autismo no Brasil ainda está longe de ser a ideal”, alerta Giovana Escobal. A especialista afirma que, além do diagnóstico precoce, o paciente precisa ser encaminhado o quanto antes para um serviço de Análise do Comportamento Aplicada (ABA), que é o tratamento comprovado pela ciência que atinge os resultados mais satisfatórios.