Você está aqui: Página Inicial / Notícias / SAIBA ESCOLHER O PROFISSIONAL DO ABA - ANALISE DO COMPORTAMENTO APLICADA

SAIBA ESCOLHER O PROFISSIONAL DO ABA - ANALISE DO COMPORTAMENTO APLICADA

ABA formação e educação para os terapeutas

TRES CRIANÇAS SEGURANDO CADA UMA UMA PEÇA DE QUEBRA CABEÇAS

Análise do comportamento aplicada (ABA), a terapia foi criada nos Estados Unidos por Ivar Louvaas. É um novo campo de terapia que utiliza os princípios da análise do comportamento. Foi cientificamente examinado e testado. É um dos poucos tratamentos terapêuticos para o autismo e é fortemente recomendado pela National Autistic Society como um método para ajudar a melhorar a qualidade de vida de crianças com autismo.

CRIANÇA DE FRENTE A TERAPEUTA APLICANDO ABA. AS DUAS SENTADAS E ENCOSTADAS A UMA MESA REPLETA DE FIGURAS E OBJETOS

O primeiro passo para se tornar um terapeuta ABA é a obtenção de graus de bacharel em psicologia ou áreas afins. Depois de ter recebido seu TITULO DE ESPECIALIZAÇÃO, MESTRADO OU DOUTORADO EM ABA (www.lahmiei.ufscar.br), você pode solicitar a certificação do Conselho de Certificação analista de comportamento. Isso significa que para um terapeuta ser analista do comportamento, é preciso anos de estudo.

Senhores pais, fuja de terapeutas que alegam ser analistas do comportamento porque fizeram um curso qualquer de poucos dias ou meses!!! não deixe seu filho nas mãos de profissionais incapazes! (www.acaoinclusiva.com.br).

Características 

A hipótese principal da terapia ABA é que as crianças com autismo têm a aprender "bloqueios" que os impedem de desenvolver as habilidades diárias. O papel do terapeuta é compreender e intervir no comportamento da criança, aplicando os princípios da análise do comportamento. O objetivo é ajudar as crianças a desenvolver habilidades lingüísticas, cognitivas, sociais e de auto-ajuda. Isso é feito por engajar-se em grandes quantidades de jogo sob medida para o comportamento da criança. Repetição e reforço são usados para incentivar o comportamento desejado e desencorajar comportamentos inadequados. A terapia envolve os pais, familia, escola, mediadores, terapeutas e geralmente é feito em ambientes do dia a dia da criança, podendo ser aplicada em consultório em alguns casos.

Educação de Graduação 

Terapia ABA é um novo campo científico e, a partir de 2010, não há programas universitários que oferecem um grau de bacharel em terapia ABA. Isso significa que o profissional interessado deve se formar e DEPOIS BUSCAR A QUALIFICAÇÃO JUNTOA UMA INSTITUIÇÃO UNIVERSITÁRIA. Algumas universidades (www.lahmiei.ufscar.br) e faculdades oferecem graus na análise do comportamento. Se você está pensando em se tornar um terapeuta ABA, fique atento com cursos relâmpagos! Em Breve, teremos um curso de pós graduação da Universidade Federal de São Carlos nesta área iniciando turma na cidade de Ribeirão Preto. Esta será uma boa preparação para se tornar um terapeuta para os programas de formação ABA.

Educação de Pós-Graduação 

logo instituto lahmiei

Terapeutas ABA geralmente são obrigados a ter credenciais de pós-graduação. A pós-graduação deve ser em psicologia, com ênfase nos princípios da análise do comportamento - esta pós vai ser organizada pela Ação Inclusiva em parceria com o Instituto Lamiei dirigida pelo professor Celso Goyos e em breve terá suas inscrições abertas, com aulas presenciais quinzenais em Ribeirão Preto. 

Certificado 

LETREIRO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM ABA

Depois de ter recebido o grau, o terapeuta pode aplicar-se ao Conselho de Certificação analista de comportamento. Há três credenciais reconhecidas: BCABA, ou analista do comportamento assistente certificado bordo; BCBA, ou certificado analista do comportamento bordo; BCBA e D, ou placa certificada analista com doutorado.

Competências Pessoais 

Para além dos requisitos educacionais e de certificação, certos traços de personalidade são necessárias para ser um terapeuta de sucesso, pacientes, COM boas habilidades de comunicação, que exerce um poder discricionário e que gosta de trabalhar com as crianças que têm autismo.